José do Carmo Francisco

Dois livros por semana: Ombela, A Origem das Chuvas e Ynari a Menina das Cinco Tranças, ambos de Ondjaki,

DoisLivrosUmAutor_Ondjaki
A publicação no início deste mês do livro Ombela. A Origem das Chuvas é a ocasião perfeita para vos falar de Ondjaki, um jovem e talentoso escritor angolano cuja obra tem merecido o reconhecimento do público e da academia, que se consubstancia nas traduções dos seus livros, nos estudos da sua obra e nos inúmeros prémios nacionais e internacionais recebidos. Ondjaki já habituou os seus leitores não só a uma escrita segura e elegante, ponteada de fino humor, mas também a uma diversidade de géneros cultivados. Regressa agora à literatura infanto-juvenil com a história de Ombela (vocábulo da língua umbundo que significa chuva), a pequena deusa, filha de desuses, que descobre o poder das suas lágrimas e das emoções. Com ilustrações de Rachel Caiano, que criam com o texto um universo mágico, este livro prende o leitor, levando-o a acompanhar as aprendizagens da menina e com ela descobrir a origem, o valor e a beleza da chuva.
O livro, escrito e ilustrado a pensar em pequenos leitores, conta a história da deusa criança, Ombela, que sentindo-se triste expressa esse sentimento chorando. Tem, no entanto, a preocupação de chorar lágrimas salgadas para alimentar todos os mares. É ao pai que cabe o papel de acompanhar a filha nos caminhos do conhecimento e do saber. Ensina-lhe, antes de mais, a importância de relativizar as sensações e colocar em perspectiva as emoções. Por isso, explica-lhe que o que sente é normal, não se pode estar sempre feliz porque “a tristeza faz parte da vida” e que a dor que agora a atormenta pode tornar-se mais intensa. Ombela chorou tanto e com tal entusiasmo que encheu mares e oceanos com as suas lágrimas, até que, mais uma vez, o pai lhe transmite outro ensinamento, o de que também se pode chorar de alegria. Desses dois estados sentimentais antagónicos nascem duas chuvas diferentes: as lágrimas de tristeza que são salgadas e vão para o mar e as lágrimas de felicidade que são doces e vão dar vida à terra, aos rios e aos lagos que o seu pai desenhou com o dedo, deixando à filha a tarefa de os preencher. Partindo do mito angolano da origem da chuva, Ondjaki propõe aos mais jovens uma recriação literária cheia de ternura e magia, destacando a importância da harmonia e da aprendizagem para a construção da vida.
Ondjaki tem já publicado um vasto conjunto de títulos destinados a crianças e jovens. Estes livros são sempre objectos literários de grande beleza que se constroem num diálogo entre uma escrita poética e as ilustrações que a iluminam. Para crianças mais velhas, vale a pena regressar a um magnífico livro do autor, intitulado Ynari a Menina das Cinco Tranças. É a história de uma menina chamada Ynari que nasceu com cinco tranças que nunca se desfazem, percorre cinco aldeias, transmite cinco saberes diferentes aos seus habitantes, recorre a cinco elementos para exercer a sua magia e corta as suas cinco tranças. O encontro entre Ynari e “um homem muito pequenino” vai desencadear uma série de peripécias que levarão a menina numa viagem, que assume contornos de demanda, e que a conduzirá ao conhecimento do outro.
Os dois livros de Ondjaki aqui apresentados, Ombela. A Origem da Chuva e Ynari a Menina das Cinco Tranças, revelam-nos o mundo através de textos e imagens de grande poeticidade e encanto, ensinando aos mais jovens que a existência é composta de coisas boas mas também de coisas menos boas e que todas nos fazem crescer e nos ajudam a aprender.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>