Home » Archives by category » Opinião

José do Carmo Francisco

Um livro por semana: «Campinas – A mulher ribatejana, o canto e a dança» de Aurélio Lopes e Bertino Martins

O Estado Novo sempre insistiu na trilogia «Ribatejo-Toiros-Campinos» rasurando não só a Charneca e o Bairro em detrimento da Lezíria mas ofuscando os outros habitantes da Lezíria: os camponeses e os…

Aurélio Lopes

O Lulu

O acordo alcançado pelo novo governo grego veio alterar o paradigma até aqui unívoco, face aos processos de recuperação económica europeia em curso nos países da periferia mediterrânea. Provocando simultaneamente…

Aurélio Lopes

“Puros” disparates

A ausência de uma adequada uniformidade de conceitos é, provavelmente, o maior problema que se coloca, hoje em dia, ao Movimento Folclórico Nacional. Até porque, deste, decorrem outros, a exemplo…

Jorge Sofia

As plantas afinal reagem, ou como o último a rir é o que ri melhor

É-nos referenciado que por causa de pragas e doenças se perdem 10 a16% das colheitas agrícolas a nível mundial. Por isso tantas vezes me vêm perguntar as curas, porém na…

Palavras em Jogo 05

Entre a chuva e o sol, entre a campina e a lezíria

Há certos minutos perto de ti em certos dias de chuva e de sol que me transportam de imediato aos dias variados da Ilha de São Miguel: chuva em Ponta…

José do Carmo Francisco

Domingos Lobo ao «Expresso da Lezíria»

Em «Lisboa, Modos de Habitar» existe uma Cidade de interiores, de sangue derramado, de veias que secam». Natural de Nagosela (1946), Domingos Lobo viveu em Lisboa e é programador cultural…

José do Carmo Francisco

Dois livros por semana: Ombela, A Origem das Chuvas e Ynari a Menina das Cinco Tranças, ambos de Ondjaki,

A publicação no início deste mês do livro Ombela. A Origem das Chuvas é a ocasião perfeita para vos falar de Ondjaki, um jovem e talentoso escritor angolano cuja obra…

Jorge Sofia

Os vírus vegetais

Tenho-me esquecido de vos falar das viroses vegetais. Pois as plantas também sofrem de viroses, que felizmente não afectam o ser humano. Felizmente não espirram, porque seria chato, mas da…

Aurélio Lopes

Do “Intrudo” ao Carnaval

Espaço cíclico de tempo destinado a esvaziar tensões acumuladas num longo ano de disciplinadas vivências e austeras existências, o Carnaval segue, no mundo ocidental, um percurso de mobilidade temporal que,…

José do Carmo Francisco

Um livro por semana: «Uma outra voz» de Gabriela Ruivo Trindade

O título deste livro de Gabriela Ruivo Trindade (n.1970) remete para uma outra voz ao lado das cinco vozes que integram a narrativa. São quatro vozes em Estremoz e uma…

Page 1 of 212