AGRICULTURA

Tratamento de Inverno

Todos os anos nos surgem pragas e doenças nos hortos, jardins e pomares o que nos leva a colocar a pergunta: -“mas de onde é que estas bichezas vêm?”. Em vez desta pergunta deveríamos antes perguntar-nos: “ o que é eu não terei feito para evitar esta quantidade de pragas”. É curioso que já os egípcios formularam esta pergunta bastante antes de Cristo…
Os bichinhos, dotados de uma inteligência prática, quando sentem o frio e os demais incómodos do Inverno chegar, optam por se proteger ou proteger a sua filharada da forma mais prática que conhecem: Se são borboletas que aguentaram os primeiros frios, escondem-se em qualquer greta ou resguardo que lhes dê abrigo, tiritando e esperando chegar à próxima Primavera para fazer de novo das suas. Se são larvas, lagartas e afins apanhadas pelo mau tempo, resguardam-se sob a forma de pupas, deixando-se cair ao solo, sozinhas ou com as folhas, e com ligeiros movimentos enredam-se terra adentro à espera de melhores dias. Outros bichos como os ácaros, aracnídeos que provocam grandes estragos por sugarem as folhas deixando-as baças e incapazes de fotossintetizar em condições, ou por atacarem os frutos depreciando-os em termos de aspeto, têm outra estratégia: põem ovos, vermelhinhos, redondinhos nas reentrâncias da madeira. Assim quando aquecer, as suas criancinhas, já ensinadas, sabem logo para onde se dirigir.
Se não atuarmos, conforme é nossa obrigação enquanto competentes diretores do nosso jardim, para o ano vamos encontrar infestações de tudo e mais alguma coisa nas nossas árvores. E quando isto ocorre, vamos lá a descobrir uma cura que remova por completo a bicharada que nos suja o carro, o jardim e enfim nos mói a paciência. Esta última solução é a mais gravosa, porque ao matarmos uma praga, em vez de a mantermos devidamente controlada, iremos causar um vazio no ecossistema, que é a nossa horta, e como na Natureza nada se perde, logo outra praga aproveita para se instalar no lugar deixado vazio.
Assim, como diz o anúncio, a profilaxia é a melhor solução. Profilaxia é Bom Senso, é prevenção! As pragas e doenças existem sempre, coabitam connosco e só se tiverem condições ótimas é que proliferam! Não existe uma agricultura isenta de bichos, fazem parte do jogo e todos são necessários. É preciso é impedir que de bichos passem a pragas. O primeiro passo desta Via Sacra será a higiene: remover folhas velhas, movimentar a superfície do solo (Cuidado com as fresas, o chão fica bonito, mas destroem o solo ao pulverizá-lo, rasgam raízes e espalham infestantes) expondo os bichos, que se enterraram, à voragem da passarada e ao frio. Depois há a poda: Esta para além de promover a renovação da planta e de promover o equilíbrio entre lenha e produção, tem também uma função de higienização ao remover ramos secos, podres, partidos ou danificados. Caso tenhamos problemas sanitários, deveremos remover e destruir esta lenha. Claro está que se esse material for são, será mais lógico não o desperdiçar, triturando-o e compostando-o de modo a devolver ao solo o que dele foi retirado. Isto fica ao critério de cada um.
Um cancro em termos de doenças vegetais, é uma ferida na madeira. Na poda todos os ramos com sintomas de cancro devem ser retirados, cortando 10 a 15 cm abaixo do seu limite inferior. Os cancros de maior dimensão devem ser raspados até à parte sã e a ferida daí resultante pincelada com uma pasta à base de cobre. Esta operação deve ser realizada com tempo seco. A poda deve ser efetuada de modo a permitir o arejamento da copa das árvores e a entrada de luz, reduzindo-se assim as condições ótimas para o desenvolvimento de pragas e doenças. As plantas doentes ficarão para o fim. No final deve-se realizar um tratamento generalizado com um produto à base de cobre.
Relativamente aos bichos, como luta química aconselha-se a realização de um tratamento com óleo de Verão o mais próximo possível da rebentação (inchamento dos gomos). A aplicação deve ser feita com tempo seco, com um pulverizador a alta pressão, molhando bem as árvores.
Assine os Avisos Agrícolas e assim disporá de toda esta informação a tempo e horas!